Corda de bungee jump arrebenta e jovem morre ao pular de viaduto

O fato aconteceu às margens da BR-381, próximo a divisa de Antônio Dias com Nova Era.

jovem-morre-apos-corda-de-bungee-jump-arrebentar-ao-pular-de-viaduto

O jovem Adam Esteves Gomes Dias Martins Cardoso, de 25 anos, morreu ao despencar de uma altura de aproximadamente 100 metros, após uma corda de bungee jump ter arrebentado. O fato aconteceu no início da tarde deste sábado (3), no viaduto da Prainha, às margens da BR-381, em Antônio Dias.

Adam Esteves era técnico em informática e residia em Nova Era. Populares relataram que aos finais de semana é comum o encontro de jovens que praticam esse esporte no viaduto.

O Grupo de Atendimento Voluntário de Emergência (GAVE) de Nova Era chegou a ser acionado para o resgate, mas o jovem já estava em óbito na chegada dos socorristas.

A Polícia Militar foi acionada e uma guarnição empenhada no registro. Os policiais preservaram o local para a perícia técnica da Polícia Civil. O corpo de Adam Esteves será encaminhado ao Posto Médico Legal (PML) em Ipatinga. O caso será investigado.

One Comment

Leave a Reply
  1. A atividade descrita na notícia está errada, não é Bungee Jumping e sim Rope Jumping, existem muitas diferenças entre elas, o Rope Jumping usa uma corda normal, que pode ser comprada em qualquer loja, além de não possuir uma norma no Brasil, ele é praticado com equipamentos que não são homologados para sofrer este tipo de esforço, nem operar desta forma. Já se fosse o Bungee Jumping, usa uma corda elástica, muito mais grossa e feita apenas de borracha, 100% latéx, mesmo que a corda elástica rompesse, o praticante não deveria tocar o solo, pois existe uma reserva, que se devidamente instalada, deveria atuar e evitar o acidente. Outro fator é que a venda das cordas elásticas novas no Brasil é controlada, para que apenas pessoas habilitadas possam operar.
    Trabalho a 25 anos com turismo de aventura e fui coordenador da norma 16.714 de Bungee Jumping.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *