Mucida toma posse na Assembleia Legislativa de MG

O deputado destacou a diversificação econômica das cidades mineradoras.

mucida-toma-posse-na-assembleia-legislativa-de-mg

A posse do deputado estadual Bernardo Mucida (PSB) oficializada na tarde desta segunda-feira (1º) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), marca a inclusão da região do Médio Piracicaba na lista das cidades que terão mais representatividade no cenário político-econômico do Estado nos próximos anos. A partir de agora, as cidades mineradoras terão uma bandeira hasteada dentro do Poder Legislativo mineiro, segundo demostrou o deputado empossado.

Com propostas de diversificação econômica, Bernardo Mucida deixou claro qual será o seu posicionamento nos próximos anos e a forma como pretende colocar em ação o seu discurso de fiscalizador e principalmente, de quem está pensando no futuro de uma região “com grande potencial econômico”.

A luta pela sustentabilidade, pela diversificação econômica e o diálogo com as grandes mineradoras, na tentativa de manter o bom relacionamento e ao mesmo tempo aumentar o nível de projetos e oportunidades dentro do setor minerário, deram o tom do seu discurso de posse. Ao assumir oficialmente sua cadeira nesta segunda-feira, Bernardo Mucida agradeceu os 34.797 votos na eleição de 2018 e deixou claro que honrará suas origens, principalmente por ter passado a maior parte da sua vida em uma cidade mineradora, convivendo de perto com todos os desafios de uma economia dependente.

“O minério é nosso. O ICMS também deve ser. Precisamos afastar o medo e a ameaça das barragens e trazer à luz o duro aprendizado das tragédias que ocorreram em Mariana e Brumadinho. A sustentabilidade é a nossa bandeira. Vou trabalhar com seriedade e entusiasmo para que as nossas dores e urgências sejam ouvidas e nossa bandeira defendida no parlamento mineiro”, ressaltou o deputado ao tomar posse.

Ao longo dos últimos meses Bernardo Mucida conversou com representantes regionais, não só políticos, mas empresários, educadores, representantes de associações industriais e comerciais e debateu as principais ideias que poderão ser executadas para que a diversificação econômica seja iniciada. Para isso, ele quer adotar um papel de mediador entre a população, a classe política e as grandes mineradoras. O investimento em outras áreas, como a cultura, o turismo, a educação e a saúde são temas debatidos pelo novo deputado, assim como o investimento em ciência e tecnologia.

“Como a gente pode melhorar a indústria da mineração? Com tanta tecnologia disponível, será que não vamos encontrar um outro uso para as áreas degradadas? Como vamos regenerar essas áreas? Então, o investimento na ciência e na tecnologia são imprescindíveis. É disso que eu estou falando quando eu digo que quero estabelecer uma relação de parceria com as mineradoras. É possível que elas invistam em tecnologia e ciência para reaproveitar as áreas. É muito importante pensar na região com a mineração sendo mais um vetor do desenvolvimento, do que como a única fonte de renda”, disse o deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *