Secretária de Saúde alerta para nova onda de contaminação

Conscientização de itabiranos é essencial para continuar o controle da pandemia na cidade junto com a imunização.

itabira-continua-na-onda-amarela-mas-saude-alerta-para-risco-de-nova-onda

Há 20 dias, Itabira avançou para a Onda Amarela do programa estadual Minas Consciente. Após encarar a pior fase da pandemia do novo coronavírus no mês de março, onde a cidade enfrentou altas taxas de ocupação dos leitos, o município conseguiu estabilizar o avanço da doença e agir de forma precisa.

Ao todo, 35.983 vacinas já foram aplicadas na cidade até o momento, sendo que 22.889 imunizantes foram para a 1ª dose e 13.094 para a 2ª. A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) segue em 60% e a de enfermaria 22%.

Contudo, nesta semana, a taxa de transmissão (Rt) do município passou de 0.85 para 0.94. O aumento considerável acende um alerta sobre a velocidade do contágio do coronavírus, uma vez que ao ser registrado uma Rt igual a 1 significa que um grupo de 100 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus tem potencial para infectar, em média, outras 100 pessoas. Acima de 1, portanto, mostra que a pandemia está em aceleração.

Apesar dos dados de Itabira serem considerados como estabilidade, a secretaria de Saúde alerta para que a população não relaxe nas medidas de prevenção à doença, fazendo o uso contínuo de máscara, higienização das mãos com álcool em gel e mantendo o distanciamento social.

Segundo a secretária de Saúde Luciana Sampaio, por mais que haja esforços para manter o município na onda amarela, é necessário que as pessoas façam a sua parte para que não tenha um regresso para a Onda Vermelha. Caso isso aconteça, novas medidas restritivas deverão ser tomadas seguindo as orientações do Governo do Estado.

“A população precisa ter muito cuidado! Nossa “Rt” está subindo como no país todo. As medidas de proteção precisam ser mantidas, os ambientes arejados são os mais indicados para o momento, porque só com esses cuidados e com a imunização que nós vamos vencer essa pandemia”, afirmou a secretária.

Ainda, é necessário considerar que a cidade de Itabira se constitui como referência microrregional e macrorregional para atenção especializada em saúde e atenção hospitalar. Isso significa que a rede municipal de saúde é um importante suporte para a região e para o estado, uma vez que recebe pacientes de várias localidades. Assim, o controle da pandemia é de suma necessidade para não colapsar o sistema de atendimento.

Campanha de vacinação

Neste sábado (29), a secretária de Saúde, Luciana Sampaio, visitou a unidade do Programa Saúde da Família (PSF) do bairro Chapada, que está fazendo a imunização para Influenza. Ainda, receberam a visita de Luciana, os PSF’s Amazonas/Areão e João XXIII/Machado, que participam da campanha de imunização contra a Influeza mas também estão aplicando doses da Astrazeneca, vacina para a Covid-29, nos pacientes com comorbidades. Todas as vacinas aplicadas foram agendadas pela equipe de Saúde para evitar filas e aglomerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *