Vale realiza nesta quinta-feira audiência pública virtual

Empreendimento é alternativa mais vantajosa ambientalmente e importante para continuidade operacional no município

vale-realiza-nesta-quinta-feira-audiencia-publica-virtual

A Vale vai realizar, nesta quinta-feira (21/1), às 19h, audiência pública referente ao projeto da Pilha de Disposição de Estéril (PDE) Canga Sudeste, localizada na Mina Conceição, no Complexo Itabira-MG. Em razão da pandemia da COVID-19, o evento será virtual e transmitido pelo link vale.com/Itabira.

O objetivo da audiência é dar ciência e esclarecer dúvidas da comunidade itabirana sobre o empreendimento, que se refere à ampliação da PDE Canga, estrutura já existente e em operação. Estudos e pesquisas realizadas por empresa especializada apontaram a ampliação como alternativa mais vantajosa ambientalmente, uma vez que há a possibilidade de reaproveitamento de parte da área da empresa já ocupada pelo empreendimento.

Desenvolvimento econômico

O gerente-executivo do Complexo Itabira, Daniel Daher, explica que a implantação da PDE Canga Sudeste é necessária para atender à demanda de disposição de estéril da Mina de Conceição e, consequentemente, para a continuidade operacional no município. “Isso também representa a manutenção das atividades econômicas na cidade, arrecadação de tributos e impostos para o município, além da manutenção de postos de trabalho”, acrescenta.

Durante a fase de implantação, com previsão de um ano, serão criados 120 postos de trabalhos temporários e recolhidos R$ 1,7 bilhão/ano referentes a impostos e royalties. De acordo com Daniel Daher, a prioridade da empresa é pela contratação de mão-de-obra e fornecedores locais, ajudando a impulsionar o crescimento da economia em Itabira.

Capacidade

Conforme o projeto, a pilha terá capacidade para estocar 61,59Mm3 de estéril, que é o material, atualmente, não aproveitável economicamente na usina de beneficiamento da Mina Conceição. O empreendimento ocupará uma área total de 182,26ha, sendo 125,88ha de contrapilhamento com a pilha já existente e 56,38ha de área nova. Está prevista a supressão de 67,66ha de vegetação nativa em estágio médio, que será compensada em uma área aproximada de 229,91ha.

O projeto ainda contempla um aterro de sedimentos com capacidade de 184 mil metros cúbicos e uma área de 7,05ha para receber o material dragado da barragem Rio de Peixe, estrutura em operação e licenciada, que receberá os sedimentos da PDE Canga Sudeste. Cerca de R$ 80 milhões serão investidos no empreendimento.

Compromissos

Para a implantação do projeto PDE Canga Sudeste, a Vale vai desenvolver uma série de programas relacionados à preservação do meio ambiente e segurança das suas operações e da comunidade, como programa de controle de erosão e de monitoramento geotécnico, hídrico e de fauna, além de resgate de fauna, plano de recuperação de áreas degradadas e de gestão ambiental de obras, entre outros.

Mais informações sobre o projeto estão disponíveis no link: vale.com/itabira

Divulgação Vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *